Aqua Bella ou Ein Hemed em Hebraico, é o nome de uma reserva natural e uma fortificação dos cruzados ao longo da antiga estrada que levava os peregrinos para Jerusalém. Aqua Balla que significa, Água Bela fica exatamente no caminho que se fazia entre a Cidade Bíblica de Beit Shemesh e outra cidade bíblica chamada de Kiryat Yearim(Jearim em português), e foi exatamente nesta rota que passou a Arca da Aliança em seu caminho de volta para os sacerdotes depois que foi devolvida pelos filisteus.

Aqua Bella teve seus primeiros dias provavelmente como uma fazenda antiga, e mais tarde foi fortificado, seguindo o mesmo exemplo de Yehiam no norte de Israel.

Os cruzados construíram diversas fortificações durante o Reino de Jerusalém, com o objetivo de proteger o caminho para a cidade santa para os peregrinos cristãos que chegavam a região de Israel.

Entre as muitas fortificações no caminho entre Jaffa no litoral, a Fortleza de Azur entre Jaffa e Lod, a fortaleza de Emaús – Latrun, depois disso Shaar Hagay, depois a fortificação em Kiryat Yearim e depois de Aqua Bella estão Nabi Samuel e Castel, e outras pequenas fortificações.

Localização de Ein Hemed

Aqua Bella está localizada nas montanhas da Judéia, junto a estrada 1, a principal rota entre Jerusalém e Tel Aviv, para quem vem do litoral deve sair no trevo Ein Hemed e ficar atento, pois na rotatória deverá sair na segunda a direita, seguindo as placas.

Para quem vem do oriente, deve-se seguir pela rota Jerusalém – Tel Aviv até passar por Mevasseret Zion, logo depois sair a direita seguindo as placas para Ein Hemed.

Geologia de Ein Hemed

Ein Hemed está localizada no ponto alto da nascente do riacho de Qisalon, um dos mais importantes na região da Judéia, o riacho de Qisalon é um dos afluentes do principal riacho, o Riacho de Soreq, cenário de muitas histórias descritas na Bíblia, entre elas, a vida de Sansão.

As formações rochosas de Ein Hemed são basicamente calcárias sedentárias, e estão exatamente na divisão subterrânea de águas entre o oriente e o ocidente, ou seja, a água da chuva penetra aqui e dependendo da localização os lençóis subterrâneos podem levá-las para o Mar Mediterrâneo ou para o Mar Morto.

Pela presença de rochas calcárias, a região é rica em fontes, o que levou as civilizações antigas a se estabelecerem aqui, garantindo uma agricultura próspera e independente de chuva constante.

Similar Posts